Marrascaud // ‘Cause life is nothing but a joke

As crianças conhecem o verdadeiro segredo da felicidade, pois elas compreendem por natureza que não precisam de motivos nem razões para serem felizes. Esta é a única forma de protegerem esse universo sem risco de ser tomado ou corrompido.

Crescemos e esquecemo-nos de sermos felizes, esquecemo-nos de sermos crianças e passamos a justificar a nossa expressão fechada com as contas para pagar e o trabalho acumulado – tanta responsabilidade para tão pouca felicidade. E esse é sem dúvida um preço demasiado alto a pagar para sermos adultos. Mas hoje, só hoje (ou para sempre talvez) vamos brincar de ser criança!

A Marrascaud traz ursos (quase) de goma, um punhado de sonhos em forma de joalharia e diversão aos pacotes. Estamos maravilhados com as cores e aceitamos de bom grado o fato de adulto se pudermos ostentar jóias da marca. Ostentar sim! Afinal a felicidade é uma ostentação.

Joana Coelho sempre quis duas coisas: ter a marca dela e trabalhar por conta própria. A Marrascaud nasce desse par de sonhos e de uma vontade enorme de fazer renascer todas as crianças algures perdidas em horários de escritório. Estivemos à conversa com a designer de jóias e dissecamos todos os componentes da sua marca. Como a premissa para hoje é #somostodoscrianças a história começa assim…

Era uma vez uma jovem menina cujo pai era escultor e assaltar o seu atelier para brincar e experimentar os materiais era uma das suas actividades mais comuns. Embora soubesse que a escultura não traçaria o seu destino, pois considera-se “demasiado analítica e racional para se dedicar a uma actividade, que a seu ver, é muito emocional”, a joalharia acabou por ser uma escolha natural resultante de todas estas influências paternas e o contacto que teve com a área através de uma amiga.

O primeiro desafio foi escolher o nome da marca – detalhe fundador no que respeita ao projeto em particular, pois sabemos que ser artista num mundo de adultos já é desafiante por si só – e após uma epifania o resultado foi título irreverente e diferenciado com que conhecemos o trabalho da criadora, uma vez mais movida pela seu inner kid, pois Marrascaud é um personagem que remonta a sua infância.

“O espírito é sermos o palhaço da turma” – é assim que a designer explica a sua peça chave, o urso. Feito com um polímero de cor que reage à luz negra, estes deliciosos ursinhos pretendem simular um gummy bear e representam a jovialidade muitas vezes perdida com a idade adulta – “crescemos e perdemos a capacidade de nos rirmos de nós próprios, como se tivéssemos que estar sempre muito sérios para sermos considerados adultos”. A Marrascaud surge no sentido de reavivar essa felicidade e diversão tão natural nas crianças e os ursos são a metáfora perfeita.

“Fazemos jóias para quem não se leva muito a sério”.

Na construção da sua linha criativa apresenta duas coleções distintas mas com a mesma finalidade. A dos ursos, já acima referida, e a Hurra!, que pretende ser mais minimalista e discreta, mas não descurando nunca de cores divertidas acompanhando a corrente de pensamento da marca. Da mesma forma que gummy bears são pouco consensuais na joalharia, os materiais com que Joana trabalha são flexíveis ao seu propósito. Além dos polímeros, das zircónias, das pedras naturais , da prata, bronze e ouro, a designer usa todo e qualquer material que faça sentido no desenvolvimento das suas peças. Além destas duas coleções faz ainda jóias mais específicas como anéis de noivado personalizados, alianças e até presentes diferenciados.

Apesar do excelente humor com que Joana desenvolve a sua joalharia é favor não esquecer a importância desta arte tão minuciosa e delicada, que requer conhecimentos teóricos e técnicos que levam vidas a aprimorar, tornando-se exigente até fisicamente. Quando compramos um anel não estamos apenas a comprar um pedaço de metal, estamos a adquirir um pequeno universo de amor, dedicação, trabalho e perseverança – e no caso da Marrascaud vem como brinde uns quantos sorrisos.

Sem esquecer que hoje é Dia da Criança (e dia da criança são “todos os dias” – nós adultos adoramos clichés) e como as crianças grandes estão super empolgadas com isto tudo, a Marrascaud já tem loja online onde pode encomendar as suas jóias. E de forma a acompanhar todas as novidades pode ainda visitar a página de Facebook e o Instagram da marca.

Ursos coloridos e detalhes divertidos para que não nos levemos demasiado a sério, afinal a vida é uma sátira danada.


Children know the purest meaning of happiness because, by their nature, they don’t need specific reasons to be happy. This is their best defense to prevent their own little universe from becoming corrupted.

We grow up  and start forgetting about being happy, we forget the child that keeps living within each one of us and start justifying our frowny faces with the bills we have to pay and the accumulation of work –  too much responsability and not enough time to be happy… And, without a doubt, this is too big of a price to pay to be an adult. But today, just for this day (or maybe forever) let’s pretend we’re children again!

Marrascaud brings us (almost) gummy bears, an handful of dreams in the form of jewellery and loads of fun! We’re in love with all the colors and we’ll gladly accept the role of an adult if we can show off this brand’s jewels. Yes, ostentation! Because expressing your happiness is ostentation too!

Joana Coelho has always wanted two things: creating her own brand and to be self employed. Marrascaud was the end result of her dreams and her willingness to “bring back” all the children lost long ago somewhere in a pile of office files. We talked to this self-made jewel designer and took an in-depth look at all her brand’s components. Since today’s premise is #WeAreAllChildren this is how the story begins:

Once upon a time, there was a young girl whose father was a sculptor. Sneaking up into his office and play around with his tools was one of her favourite forms of entertainment. Altough she knew Sculpture wouldn’t be her future because she considers herself “way too analytic and pragmatic” to dedicated herself to a form of art that she thinks “is very emotional”, Jewellery ended up becoming a natural choice thanks to her father’s influence and the close relationship with a friend that already worked in the field.

Her first challenge was to choose the brand’s name – a fundamental detail to any project of this kind as we all know that being a distinct artist at this day and age is a very difficult task – and, after “kind of an epiphany” the result was an irreverent and distinct name, that brings back her inner child, since “Marrascaud” is the name of a character from her childhood.

“The idea is to be the class clown” – this is how Joana describes the key element of her brand – “gummy” bears. Made from a color polymer that reacts to blacklight, these cute bears pretend to be “gummy bears” and represent the joviality that so many times is lost during adulthood: “We grow up and lose the ability to laugh at ourselves, almost as if we have keep a serious face at all times to be considered a responsible adult”. Marrascaud wants to bring childhood happyness back to life and these little “gummy bears” are the perfect metaphor.

“We make jewellery for those who don’t take themselves too seriously”.

On her creative line, she currently presents two distinct collections, but both with the same goal: the aformentioned “gummy” bears and “Hooray!”, which is more minimalistic and discrete, but without forgetting the funny colors that follow the brand’s artistic signature.

Just like “gummy bears” are far from consensual in the world of Jewellery, the materials used by Joana are extremely diverse: from polymers, to zirconia, natural rocks, silver, bronze and gold, this designer uses almost any material that makes sense to her in her creations.  In addition to the two main collections, she also creates costum jewellery, from personalized engagement and wedding rings, to unique and one-of-a-kind gifts.

In spite of the good humor with which Joana develops her craft, we should not forget that jewellery is a very minutious and delicate art, that requires technical and theoretical know-how that take ages to develop, becoming very demading, even physically. When we buy a ring we are not just purchasing a piece of metal, we’re acquiring a little universe of passion, dedication and hard-work – and in the case of Marrascaud – a bucket of laughs and fun times.

Without forgetting that today is the International Children’s Day (and children’s day is every single day – we adults love this cliché) and since the “grown up children” are all excited about all of this, Marrascaud already has its own online store where you can order their jewels. And if you to be up to date about all their offerings you can also visit their Facebook page and the brand’s Instagram profile.

Colorful bears and funny details so we don’t take ourselves too seriously, because life is damned satire.

Anel de Noivado Marrascaud Joalharia // © Marrascaud Brincos e anel Marrascaud Joalharia // © Marrascaud Colar Marrascaud Joalharia // © Marrascaud Colar Marrascaud Joalharia // © Marrascaud Anéis Marrascaud Joalharia // © Marrascaud
<
>
Anel de Noivado Marrascaud Joalharia // © Marrascaud

Leave a Reply